Janeiro Branco discute os cuidados sobre a saúde mental

Com a chegada de 2020, os votos de paz, prosperidade e sucesso se renovam. E a saúde também não fica de fora. Nesse sentido, este mês se transforma no Janeiro Branco, conhecido como um período voltado à importância da saúde mental.

De acordo com a vice-presidente do Instituto Revoar, Elaine de Tomy, é fundamental discutir o tema, visto que ainda existe muito preconceito e falta de informação. “As pessoas que sofriam de transtornos mentais viviam isoladas, sem perspectiva. Mas a situação mudou. É preciso que amigos e familiares estejam presentes, além de ser essencial falar sobre isso todos os meses do ano”, afirma.

A especialista destaca que a campanha deve abranger os vários públicos, não somente psicólogos, mas também profissionais liberais e empresas. “Pense em uma organização com mais de 100 funcionários. O gestor pode reunir os colaboradores e realizar uma campanha interna sobre a conscientização do tema no ambiente de trabalho”, comenta.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), mais de 300 milhões de pessoas sofrem com um transtorno mental bem conhecido: a depressão. “A doença é uma das principais causas de incapacidade, afastando pessoas de seus trabalhos e atividades diárias. No Janeiro Branco, os profissionais querem propagar a mensagem e conscientizar as pessoas sobre os benefícios de manter a mente saudável”, conclui.

Dicas

Cada um pode buscar mecanismos de cuidar da própria saúde mental. Mas para quem não sabe por onde começar, Elaine de Tomy destaca algumas dicas.

“Como ano começou, feche ciclos. Conclua aqueles que não te fazem bem e se prepare para os novos que irão começar neste ano. São 12 meses disponíveis para novas iniciativas. Que tal iniciar com uma proposta de renovação de vida saudável?”, pontua.

Ela também cita a questão da busca por ajuda. “Se você por muito tempo deixou de falar sobre os transtornos mentais, não sinta vergonha. Muita gente está disposta a te ajudar”, finaliza.

Instituto Revoar

Fundado em 13 de fevereiro em Fortaleza, o Instituto Revoar surgiu da necessidade de acolher pessoas que precisam de suporte nos momentos de perdas e proporcionando ações de bem-estar e psicossociais.

A entidade é um braço social do Grupo Memorial Fortaleza. Realiza atividades e palestras sobre saúde mental, oferece atendimentos terapêuticos para pessoas que estão em processo de luto, depressão ou que sofrem de ansiedade, estresse e dores emocionais.

Deixe um comentário